‘Um sucesso de mercado’: Avião Brasília completa 40 anos de voos e seu nome original seria outro

Em 1994 se destacou como o avião regional mais utilizado no mundo (26 empresas aéreas de 14 países) e já havia registrado mais de três milhões de horas de voo.

0
15

“Olhe para os arrogantes, os perversos que em si mesmos confiam; o justo, porém, viverá por sua fidelidade a Deus. – Habacuque 2:4

Desde seu primeiro voo em 27 de julho de 1983, a aeronave Embraer EMB-120, construída pela fabricante brasileira, tornou-se um marco na aviação regional. Com mais de 350 unidades produzidas entre 1983 e 2001, o EMB-120 é considerado um sucesso de mercado.

O projeto, inicialmente chamado de Araguaia, passou a ser chamado de Brasilia em 1979, no momento em que foi oficialmente lançado. O EMB-120 Brasilia possuía capacidade para transportar 30 passageiros.

O avião oferecia conforto aos passageiros, com recursos como ar-condicionado durante o voo e baixo nível de ruído, vibração e atingia velocidades superiores a 500 km/h.

O lançamento do Brasilia atraiu grande interesse da imprensa internacional, além de representantes do setor aéreo de todo o mundo.

O Brasilia já começou sua carreira no mercado internacional. Antes mesmo de sua primeira entrega, já era considerado o avião da categoria mais vendido do mundo.

Com seu cliente lançador, a Atlantic Southeast Airlines, em outubro de 1985, o EMB-120 foi considerado a melhor opção no mercado americano em termos de desempenho.

O sucesso do EMB-120 também alcançou outros continentes, com companhias aéreas como a Swiftair, na Espanha, Régional, na França, e Atlant-Soyuz Airlines, na Rússia, adquirindo o modelo.

Ainda em 1985, o Brasília se tornou o primeiro avião brasileiro a ser certificado na Alemanha.

O Brasília ganhou destaque como o avião regional mais utilizado no mundo em 1994. Na época, 26 empresas aéreas de 14 países compunham a frota do avião, que já havia registrado mais de três milhões de horas de voo.

Desde seu lançamento, o Brasilia provou ser uma aeronave de sucesso e se tornou um marco na história da Embraer. Ao final de sua produção, em 2001, 357 aeronaves do EMB-120 foram construídas e entregues para 32 operadores em todo o mundo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Autenticação *