À custas dos pobres: Conheça a fortuna dos líderes do Hamas

“Os líderes do Hamas estão enchendo os bolsos à custa de milhões de palestinos inocentes em Gaza”, escreveu o governo de Israel.

0
16

“Olhe para os arrogantes, os perversos que em si mesmos confiam; o justo, porém, viverá por sua fidelidade a Deus. – Habacuque 2:4

Enquanto a população da Faixa de Gaza vive na pobreza absoluta, com uma das piores rendas per capita do mundo, os líderes do Hamas, que administra a região, acumulam uma fortuna em patrimônio.

A imprensa israelense e internacional tem feito sucessivas reportagens sobre a fortuna acumulada pelos terroristas e a vida luxuosa de integrantes do alto escalão da organização extremista.

Citando reportagem do jornal israelense Globes publicada no domingo 29, o governo de Israel fez uma postagem na segunda, 30, em que mostra o patrimônio líquido de três líderes do Hamas.

“Os líderes do Hamas estão enchendo os bolsos à custa de milhões de palestinos inocentes em Gaza”, escreveu o governo de Israel.

Eleito líder do gabinete político do Hamas em 2017, Ismail Haniyeh mora desde 2019 no Catar e tem um patrimônio estimado em US$ 5 bilhões.

De acordo com o The Times of Israel, poucas horas depois do início do ataque-surpresa do Hamas a Israel, Haniyeh foi visto comemorando a invasão em seu luxuoso escritório em Doha, capital do Catar.

Um dos fundadores do Hamas, Khaled Mashal está atualmente no topo da organização e também mora no Catar. Conhecido investidor em bancos egípcios, segundo o Globes, Mashal tem patrimônio estimado em US$ 5 bilhões.

O terceiro bilionário do Hamas citado por Israel é Moussa Abu Marzouk, cujo patrimônio estimado é de US$ 3 bilhões.

O especialista americano em contraterrorismo Matthew Levitt disse à Reuters que a maior parte do orçamento do Hamas, mais de US$ 300 milhões, veio de impostos sobre empresas e de países como o Irã e o Catar, ou de instituições de caridade.

Já em 2021, o The Jerusalem Post publicou informações que indicavam que, entre 2000 e 2018, o Hamas controlava cerca de 40 empresas comerciais na Turquia, nos Emirados Árabes Unidos, na Arábia Saudita, na Jordânia, na Argélia e no Sudão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Autenticação *