29 anos depois: Pai e filho recriam foto na cabine do avião, agora com os dois pilotando juntos, veja foto

“Nós somos 7 aviadores, eu e meu irmão somos pilotos, eu tenho 3 filhos, todos também pilotos. O meu sobrinho também é piloto e meu primo também".

0
14

“Olhe para os arrogantes, os perversos que em si mesmos confiam; o justo, porém, viverá por sua fidelidade a Deus. – Habacuque 2:4

Ruben Flowers é piloto da Southwest Airlines e aposentou-se da companhia aérea este ano, mas, antes disso, conseguiu realizar um grande sonho antes do seu último voo: voar com o seu próprio filho.

De nomes iguais, o filho chegou na companhia aérea este ano, após seguir os passos do pai.

Outros dois veteranos desta mesma universidade recriaram uma foto antiga semanas atrás na Delta Air Lines, mas não eram familiares como os Flowers.

Há 30 anos atrás: Piloto reencontra com bebê com quem tirou foto na cabine e tem uma surpresa

O filho com 30 anos e o pai agora com mais de 60, sentaram juntos na cabine e recriaram a foto antes do último voo do patriarca.

Foto – Southwest Airlines / WMU

“Nós somos 7 aviadores, eu e meu irmão somos pilotos, eu tenho 3 filhos, todos também pilotos. O meu sobrinho também é piloto e meu primo também. É incrível que todos quisemos e nos tornamos pilotos”, afirma o agora aposentado aviador veterano.

Ele também destaca que não chegou sozinho à cabine e teve ajuda de um mentor: Louis Freeman, que foi o primeiro piloto negro a ser contratado pela Southwest Airlines, em 1980.

Freeman “adotou” Flowers num programa da companhia aérea que incentiva crianças a irem para a aviação. Com sua mentoria, Flowers entrou na WMU e fez sua carreira na Southwest. Hoje, Flowers não é mentor apenas de seus filhos, mas de outros jovens, e espera que os mais novos continuem a ajudar outras pessoas a entrarem na aviação.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Autenticação *