2 Crônicas 7:14: Rabinos e líderes cristãos convocam o ‘Dia Nacional de Oração por Israel’ na segunda, 6/11

“Se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face, e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e curar a sua terra." 

0
10

“Olhe para os arrogantes, os perversos que em si mesmos confiam; o justo, porém, viverá por sua fidelidade a Deus. – Habacuque 2:4

Líderes cristãos e rabinos estão pedindo que segunda-feira, 6 de novembro, seja um “Dia Nacional de Oração por Israel”, já que o país marca o 30º dia após o massacre de 7 de outubro. 

“Serão 30 dias desde o terrível e cruel massacre que ocorreu em nosso país no dia de Simchat Torá”, disse Glick na carta, que foi co-assinada por mais de uma dúzia de membros

“Nós, os membros do Knesset das várias facções, voltamo-nos para vocês e solicitamos que seja emitido um apelo do Rabinato Chefe de Israel a todo o povo de Israel para um dia de oração e súplica”, escreveu Glick.

Joel C. Rosenberg, um autor cristão evangélico que vive em Israel com sua família, publicou uma coluna em 1º de novembro no All Israel News pedindo um dia nacional de oração.

Rosenberg é editor-chefe do site. 

“Como cristãos evangélicos, demonstremos verdadeira compaixão por todos os israelenses e palestinos que perderam entes queridos, e forneçamos ajuda tangível, conforto e compaixão por todos os israelenses e palestinos que estão traumatizados por esta guerra diabólica do Hamas”, disse. Rosenberg em seu artigo. 

“No entanto, vamos fazer mais do que lamentar.”

Protesto em Londres por reféns israelenses

“Peço humildemente ao primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu, ao presidente Isaac Herzog e a todo o Knesset que convoquem publicamente um Dia Nacional de Oração, com base na promessa que lemos em 2 Crônicas 7:14”, escreveu Rosenberg.

A passagem bíblica 2 Crônicas 7:14 afirma: “Se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face, e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e curar a sua terra.” 

“Milhões de evangélicos americanos recorrem a estas Escrituras enquanto buscam ao Senhor para enviar um reavivamento nacional e um Grande Despertar ao seu país”, escreveu Rosenberg.

Ele disse, entretanto, que “este versículo não é uma promessa para a América. É especificamente uma promessa feita à nação de Israel”. 

O Dia Nacional de Oração, disse Rosenberg, traria frutos espirituais aos reféns, aos soldados, aos que choram – e à nação como um todo. 

O Dia Nacional de Oração, disse Rosenberg, traria frutos espirituais aos reféns, aos soldados, aos que choram – e à nação como um todo. 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Autenticação *